quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Museu do Piauí terá sala climatizada para preservar acervo especial

O Museu do Piauí Casa de Odilon Nunes deve inaugurar a sua primeira sala de Reserva Técnica no mês de dezembro. O local tem por objetivo abrigar peças que precisam de um espaço com ambientação e temperaturas adequadas para a preservação dos materiais. Cerca de 4 mil peças irão compor o acervo do cômodo, dentre elas, moedas, quadros e fotografias.


A diretora do Museu, Dora Medeiros, afirmou que a estrutura física está concluída e falta apenas receber os equipamentos necessários para que o local comece a funcionar. “A sala já está toda pronta, pintada e preparada. Falta apenas receber os mobiliários e os equipamentos de refrigeração e desumidificadores. Todo processo burocrático já foi aprovado e acreditamos que até o mês de dezembro, a sala estará toda equipada para receber as peças”, disse.
A diretora afirmou ainda que a Sala de Reserva representará um avanço para a preservação das peças históricas do museu.
“Este é um sonho que se torna realidade, pois sempre lutamos para ter uma sala de Reserva para abrigar peças que precisam de um cuidado maior. Teremos um avanço no quesito preservação, pois teremos um ambiente todo higienizado, com temperatura adequada e com desumidificador, o que possibilitará que essas peças consigam durar por muitos anos”, disse.
A criação da sala é uma iniciativa do Governo do Estado, através da Fundação Cultural do Piauí (Fundac).
Acervo do Museu
O Museu do Piauí conta com sete mil peças, sendo estes objetos de caráter pré-histórico, além de louças da Companhia das Índias, porcelanas chinesas e inglesas, mobiliário, quadros do século XIX, obras de arte contemporânea de artistas piauienses, cédulas moedas, medalhas, indumentárias da guarda nacional, machados primitivos, urna funerária, arcos, flechas, artesanato piauiense, dentre outras peças relacionadas à História do Estado.

Fonte: www.cidadeverde.com em 16.10.2014